Tabela INSS 2018 Atualizada TETO

Confira aqui a nova tabela inss 2018 atualizada e saiba tudo sobre o novo teto do inss divulgado pela previdência social. Todos os anos é divulgada a tabela do inss 2018 aos aposentados e pensionistas de todo o Brasil, confira aqui todas as informações sobre o calendário de pagamento do inss 2017 junto com o teto salarial que será de 4.665,40 este ano para todos os aposentados do Brasil.

tabela-do-inss-2017

Tabela INSS 2018 Atualizada TETO

Os mais de 32 milhões de aposentados e pensionistas do INSS devem ter o mesmo percentual de reajuste a partir de janeiro do ano que vem. O aumento inicialmente previsto é de 7,5% tanto para quem ganha o salário mínimo (R$ 880) quanto para os que recebem acima do piso nacional.

A projeção está no projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2017 que o governo enviará para o Congresso até amanhã. Na proposta, o salário mínimo subirá dos atuais R$ 880 para R$ 946. Com a correção prevista, o teto previdenciário passará de R$ 5.189,82 para R$ 5.579,06.

O projeto que será votado não garante aumento real — acima da inflação — para o mínimo como ocorreu nos últimos anos. A correção do piso será feita considerando a variação do INPC de 2016. A equipe econômica estima que o indicador ficará em 7,5%. Atualmente, cerca de 22,5 milhões de segurados da Previdência que têm benefícios atrelados ao mínimo recebem a mesma correção do piso. Outros 9,9 milhões que ganham acima têm direito apenas à correção pela inflação medida pelo INPC.

Com o agravamento da crise e a dificuldade de arrecadação da União, o governo não deve seguir política de valorização do piso, que leva em conta a inflação do ano anterior mais o crescimento da economia de dois anos antes, e que vigora desde 2007. Com o mecanismo, o mínimo conquistou aumentos reais nos últimos nove anos.

inpc

A contribuição destes segurados é calculada mediante a aplicação da correspondente alíquota, de forma não cumulativa, sobre o seu salário-de-contribuição mensal, de acordo com a seguinte tabela:

Alíquotas da Tabela INSS 2018

Empregados, empregados doméstico e trabalhadores avulso

As alíquotas são atualizadas todos os anos. Até o momento não foi divulgada a tabela INSS 2018, sendo assim confira a baixo os novos valores da tabela INSS 2017 e a tenha como uma base:

Tabela INSS 2017 para Segurado Empregado, Empregado Doméstico e Trabalhador Avulso
SALÁRIO-DE-CONTRIBUIÇÃO (R$) ALÍQUOTA PARA FINS DE RECOLHIMENTO AO INSS
até 1.659,38 8%
de 1.659,39 até 2.765,66 9%
de 2.765,67 até 5.531,31 11%

Confira agora os novos valores que serão debitados do Contribuinte Individual ou facultativo no ano de 2017:

Tabela INSS 2017 para Contribuinte Individual e Facultativo
SALÁRIO-DE-CONTRIBUIÇÃO (R$) Alíquota Valor
R$ 937,00 ‘ 5% (não dá direito a Aposentadoria por Tempo de Contribuição e Certidão de Tempo de Contribuição) R$ 46,85
R$ 937,00 ” 11% (não dá direito a Aposentadoria por Tempo de Contribuição e Certidão de Tempo de Contribuição) ‘ R$ 103,07
R$ 937,00 até R$ 5.531,31 20% Entre R$ 187,40 (salário mínimo) e R$ 1.106,26 (teto)

✱ “Alíquota exclusiva para Microempreendedores Individual e do Facultativo Baixa Renda”;
✱ ” Alíquota exclusiva para o “Plano Simplificado de Previdência”.


Os valores citados acima começaram a valer a partir de 1º de janeiro de 2017. Assim que divulgada a nova tabela, iremos adicioná-la a este post.

É importante lembrar que o trabalhador deverá ficar atento, pois as categorias de:

  • Empregado;
  • Empregado doméstico;
  • Trabalhador avulso.

Possuem faixas de contribuição distintas daquelas destinadas aos contribuintes individuais e facultativos.

Para mais informações sobre as alíquotas 2017 acesse o site da Previdência Social clicando aqui.
Observação:

 Sempre que ocorrer mais de um vínculo empregatício para os segurados empregado e doméstico, as remunerações deverão ser somadas para o correto enquadramento na tabela acima, respeitando-se o limite máximo de contribuição. Esta mesma regra se aplica às remunerações do trabalhador avulso.

Quando houver pagamento de remuneração relativa a décimo terceiro salário, este não deve ser somado a remuneração mensal para efeito de enquadramento na tabela de salários-de-contribuição, ou seja, será aplicada a alíquota sobre os valores em separado

 Nota:

– O recolhimento da complementação da contribuição incidente sobre a folha de pagamento de dezembro de 2003, relativa à majoração do teto do salário-de-contribuição decorrente da Emenda Constitucional n° 41, de 2003, poderá ser efetuado juntamente com o pagamento das contribuições referentes à competência janeiro de 2004.

– O recolhimento das complementações das contribuições incidentes sobre as folhas de pagamento de dezembro e do 13º salário de 2003, decorrentes do novo teto do salário-de-contribuição estabelecido pela, de 2003, poderá ser efetuado juntamente com o pagamento das contribuições referentes à competência janeiro de 2004, mediante simples adição ao valor desta.

O modelo de pagamento do INSS 2015 permanece o mesmo dos anos anteriores, onde os segurados com benefícios de até um salário mínimo terão seus depósitos realizados em um período de dez dias, que poderá se estender dos cinco últimos dias úteis do mês de vigente, até os cinco primeiros dias úteis do mês seguinte. No entanto, aqueles que recebem um valor acima de um salário mínimo, receberão os seus benefícios nos cinco primeiros dias úteis do mês seguinte ao da folha de pagamento.

É importante saber que os depósitos são feitos de acordo com final do número de benefício, sem contar, é claro, com o digito final. Não se esqueça de que é proibido revelar o número de seu benefício para terceiros, para o seu próprio bem.


Reply